INTRODUÇÃO
 
 
 

VER GALERIA DE FOTOS

 

AUDIO:

  1. Ouvir
 

INFORMAÇÕES:

SURUCUÁ-DE-PEITO-AZUL
Trogon surrucura (Vieillot, 1817)

Família: Trogonidae
Nome em Inglês: Surucua Trogon


Foto: Germano Woehl Junior
Local: RPPN Corredeiras do Rio Itajaí - Itaiópolis - Santa Catarina
Data: 16/09/2011


AMEAÇAS
A destruição da floresta, caça predatória e o tráfico. 

Descrição
Mede 26cm no comprimento total (medida da ponta do bico até a ponta da cauda), o macho tem cores brilhantes, bem definidas, enquanto que a fêmea tem cores opacas. 

Alimentação
É Onívoro (come de tudo). Voando através da folhagem e peneirando, apanham grandes lagartas, cigarras, besouros, aranhas, grilos, bicho-pau, louva-a-deus, gafanhoto, perereca, capturam também insetos pequenos por exemplo formigas, cupins etc.
Come frutas tais como embaúba, figueira, licurana, canela e muitos outros que encontra na floresta. É um ótimo controlador de insetos que causam danos na agricultura. 

Reprodução
Fazem seus ninhos em cupinzeiros arborícola, em enxu (ninho de vespas) abandonados e em troncos de xaxim grossos; o macho constrói um túnel ascendente que conduz a uma câmara incubadora central em relação a cupinzeiro. Põem de 2 a 4 ovos, consta um período de incubação de 18 dias, a fêmea e o macho chocam.

O casal se reveza na alimentação dos filhotes, que consiste quase que inteiramente de insetos como lagarta, grilo, cigarra, bicho pau, dentre outros. Observamos o macho alimentando os filhotes com pererecas, que são trituradas com o bico antes de entregá-las aos filhotes dentro do ninho. 

NOTA
O hábito do surucuá-de-peito-azul (Trogon surrucura) alimentar os filhotes com pererecas (vertebrados) foi observado e registrado pela primeira vez por nós, do Instituto Rã-bugio, em 2004, conforme esta públicação científica

Luiz Felipe Toledo, Germano Woehl Jr, Elza Nishimura Woehl and Cynthia P. A. Prado. 2005. Scinax nasicus, Hyla albomarginata, Hyla bischoffi and Phyllomedusa distincta (Tree frogs): Avian Predation. Herpetological Bulletin, Natural History Notes, 92, 31-32

Vídeos
Surucuá (macho) tratando os filhotes com uma perereca (Hypsiboas albomarginatus) que capturou na copa das árvores. Na fase final de desenvolvimento dos filhotes, os pais inclui répteis e anfíbios na dieta dos filhotes.






 

 
  • fepema
  • weg
  • frbl
  • johnsonejohnson
  • bvs&a
  • governo_sc
  • avina
  • brazil_foundation
  • portal_social
  • celesc
  • prefeitura_jaragua
  • fujama
  • Doacao Donate