INTRODUÇÃO
 
 
 

VER GALERIA DE FOTOS

 
 

INFORMAÇÕES:

TIÊ-SANGUE
Ramphocelus bresilius (Linnaeus, 1766)

Família: Thraupidae Nome em Inglês: Brazilian Tanager

É também conhecido como SANGUE-DE-BOI


Foto: Germano Woehl Junior
Local: RPPN Santuário Rã-bugio - Guaramirim, Santa Catarina
Data: 22/07/2016
 


Ameaças
o tiê-sangue não é considerado ameaçado de extinção apesar de ser muito perseguido para captura para o tráfico de animais.

Características
Mede entre 18 e 19 centímetros de comprimento e pesa entre 27,9 e 35,5 gramas. (Hilty, 2016). A plumagem da fêmea é menos vistosa, de cor parda nas partes superiores e marrom-avermelhada nas inferiores. O macho imaturo é semelhante à fêmea na plumagem, mas o bico é totalmente negro e não pardo. Esta protuberância branca na base da mandíbula ocorre somente nos machos e é uma característica do gênero Ramphocelus.

Possui duas subespécies:
Ramphocelus bresilius bresilius (Linnaeus, 1766) - Dorso vermelho brilhante, sem estrias negras. Na Mata Atlântica, da Paraíba ao sul da Bahia.
Ramphocelus bresilius dorsalis (P. L. Sclater, 1855) - Dorso de um vermelho mais escuro e estriado. Na Mata Atlântica, do Rio de Janeiro a Santa Catarina.

Alimentação
O tiê-sangue é frugívoro, tendo predileção pelos frutos da embaúba. Como as árvores do gênero Cecropia são bastante comuns em áreas de Mata Atlântica em recuperação, Alimenta-se também de insetos e vermes.

Reprodução
Reproduz na primavera e no verão. Chega à maturidade sexual aos 12 meses, mas a soberba plumagem rubro-negra do macho só é adquirida no segundo ano de vida. Constrói o ninho em forma de cesto, que muitas vezes é forrado com materiais do tipo: fibra de palmeira, fibra de sisal, fibra de coco e raiz de capim. A fêmea põe 2 ou 3 ovos verde-azulados lustrosos, com pintas pretas, pesando em média 3 gramas. Apenas a fêmea incuba, no entanto após o nascimento dos filhotes, vários indivíduos alimentam a prole, inclusive machos. As posturas ocorrem de duas a três vezes por temporada, com período de incubação de 13 dias, e os filhotes tornam-se independentes aproximadamente 35 dias após o nascimento.  Durante o acasalamento os machos costumam levantar a cabeça verticalmente, exibindo ao máximo a base reluzente da mandíbula, para assim atrair a fêmea.

Hábitat
É uma ave exclusiva da Mata Atlântica. É mais comum ocorrer em áreas abertas como as restingas e áreas degradadas com vegetação em estágio inicial e médio (capoeirões). Ocorre também em nas bordas de florestas densas.

Distribuição Geográfica
Encontrado exclusivamente na Mata Atlântica, de Santa Catarina a Paraíba 

Observação
O exemplar da foto está com um carrapato abaixo do bico do lado esquerdo. Neste local a ave não consegue remover o carrapato. É comum a ocorrência de carrapato em aves.

Assista ao vídeo do tiê-sangue
 
  • fepema
  • weg
  • frbl
  • johnsonejohnson
  • bvs&a
  • governo_sc
  • avina
  • instituto_hsbc
  • portal_social
  • celesc
  • prefeitura_jaragua
  • fujama
  • Doacao Donate