INTRODUÇÃO BIBLIOGRAFIA AGRADECIMENTOS
 
 
 

VER GALERIA DE FOTOS

 
 

INFORMAÇÕES:

LONTRA - Neotropical river otter
Lutra longicaudis


Foto: Germano woehl Junior
Local: Zôo de Pomerode - Santa Catarina
Data: Janeiro/2004 

AMEAÇADA DE EXTINÇÃO

Ameaças
A lontra se encontra ameaçada de extinção pela degradação de seu hábitat. A retirada da vegetação que margeia os rios, lagos e lagoas que lhe servem de habitat, além de acabar com seus refúgios, provoca assoreamento e conseqüente diminuição da fauna aquática da qual se alimenta. A poluição das bacias hidrográficas também contribui para seu desaparecimento. 

Descrição
É um animal de porte médio, mede cerca de 1 m de comprimento total (incluindo a cauda), pesa cerca de 5 a 12 kg; o macho é maior que a fêmea. O corpo é alongado e as pernas curtas. Tem coloração geral marrom-pardacenta, quase preta e bastante brilhante quando molhada.
Possui duas camadas de pêlos longos e ásperos. Esta característica de pelagem e a presença de membrana nas patas, cauda longa, revestida de pêlos e um pouco achatada na extremidade facilitando a natação, demostram sua adaptação à vida aquática.
O focinho não possui pêlos na ponta e tem grandes vibrissas (como os “bigodes” do gato) que funcionam como sensores, auxiliando na localização da presa embaixo d’água. 

Alimentação
Alimenta-se de peixes, principalmente, mas também inclui em sua dieta pássaros, ratos, preás, moluscos, sapos, rãs, camarão, caranguejo entre outros. Depois de pegar a presa, que o faz com grande habilidade, gosta de prendê-la entre as patas dianteiras para então colocá-la na boca. 

Observações
Freqüentadora de rios, riachos, lagos e lagoas, de preferência onde existe a mata ciliar. Pode ser encontrada em estuários, manguezais e ambiente marinho. Passa boa parte do tempo dentro d’água. Vem para áreas secas para comer, dormir e reproduzir. Procura abrigo por entre a vegetação marginal como também em tocas formadas por galerias, em locais próximos da água, onde haja uma vegetação aquática abundante.
É sociável, brincalhona e adora se divertir na lama. Vive aos casais ou em pequenos grupos geralmente formados por pai, mãe e filhotes; às vezes é solitária. Possui hábitos noturnos, ocasionalmente é observada ao entardecer.

 

 
  • fepema
  • weg
  • frbl
  • johnsonejohnson
  • bvs&a
  • governo_sc
  • avina
  • instituto_hsbc
  • portal_social
  • celesc
  • prefeitura_jaragua
  • fujama
  • Doacao Donate